Viagem: Pedra Furada

Apesar de muitos contratempos, consegui escrever esse post.

O nosso passeio por Jeri terminou com muita aventura. A tal Pedra Furada ficou para o último dia de Férias.

Logo pela manha, tiramos fotos no mirante do hotel que fica aberto até as dezenove horas para quem quiser apreciar o horizonte maravilhoso.

Arquivo Pessoal
Arquivo Pessoal

 Você tira fotos lindas da Duna do Pôr do Sol.

A ida para Pedra Furada não é tarefa muito fácil, você precisa gostar muito de aventura e ter um bom condicionamento físico.

Existe três caminhos para se chegar lá, o bugre com o guia que te deixa a uma hora do ponto turístico, ir pela praia ou pelo morro do Serrote, resumindo você tem andar pra caramba para curti o visual.

Tudo isso, por que no Parque Nacional de Jericoacoara não se pode entrar de carro.

Escolhemos a rota da praia, porém foi a pior!

Começamos a andar por volta das nove horas da manhã, o dia estava lindo e o mar moldado com pedras  formando pequenas piscinas naturais.

Arquivo Pessoal
Arquivo Pessoal

 Aqui começou a nossa aventura, a trajetória para chegar a Pedra Furada é toda moldada com pedra.

Então, se a maré estiver cheia como na foto, não vale a pena arriscar.

É bom tomar cuidado com guias que ficam na praia dizendo que é fácil, que sabe o caminho. Pura conversa fiada.

Não entre nessa!

Ir pela praia, só se a maré estiver vazando, porque você pode ir pela areia tranquilamente.

Conseguimos ir até um certo ponto, muitas pedras e uma especie de areia movediça, que quase engoliu o meu pé e quase acaba com o nosso passeio.

Tivemos que voltar e subir o morro que consumiu metade do nosso oxigênio.

Chegando lá em cima, tinha uma charrete que nos levou até quase a pedra por 50 reais.

Mudamos de rota, fomos pelo Morro do Serrote, às 11 horas.

Um calor dos diabos, mas a paisagem compensa muito é de tirar o folego de tão linda.

Arquivo Pessoal- Morro do Serrote
Arquivo Pessoal- Morro do Serrote
Arquivo Pessoal- Morro do Serrote
Arquivo Pessoal – Morro do Serrote

É um lugar realmente impressionante! ♥

A trilha de charrete dura meia hora.

Descemos em um ponto que você precisa caminhar um pouco e descer o Morro para poder chegar à Pedra Furada.

Eu fiquei de longe, pois não aguentava mais dar um passo, mas valeu muito a pena.

Tiramos fotos lindas!

Arquivo Pessoal- Pedra Furada
Arquivo Pessoal- Pedra Furada
Arquivo Pessoal- Pedra Furada

Resumindo, a Pedra Furada é um passeio maravilhoso,mas não tivemos muita sorte, pois escolhemos o dia e hora muito inconveniente.

Aconselho fazer esse passeio no meio para o final da tarde, para poder  aproveitar a brisa sem estresse de passar calor.

Pela praia, procure a  tábua de marés para não entrar em uma furada, se preferi a trilha do Morro do Serrote, você escolhe ir de charrete ou fazendo caminhada.

Enfim, as férias de 2017, foram razoáveis, o lugar é lindo e muito bem aproveitado para quem gosta de aventura e estilo de vida rústico.

Fica a dica!

Se você quiser saber mais acessa AQUI

Abraços!

2 thoughts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s