Viagem: Jericoacora – O começo da aventura

Sempre no começo do ano nós fazemos uma pequena viagem para recarregar as baterias.

Decidi que esse ano iríamos para Jericoacoara. Fui por curiosidade, depois de ver fotos e depoimentos de pessoas que diziam que lá é o paraíso.

Minha experiência não foi espetacular, talvez porque já more em uma cidade praiana ou porque o paraíso já esta muito especulado.

As paisagens são lindas, apesar de eu ter ido em plena temporada de chuvas, mas deu para aproveitar um pôr do sol tímido, porém majestoso.

Partimos de São Luís, no dia 19 de janeiro a noite em meio a uma tempestade, chegamos em Fortaleza as duas da manhã e assim começou a nossa aventura.

Começamos o dia com um passeio pelas praias  até chegar em Jeri, mesmo com muito sono e chuva deu para curtir.

img_0903-copia-copia-copia
Nascer do sol em praia de Fleixeiras- arquivo pessoal

A primeira parada foi na praia de Fleixeiras, localizado em Trairi, um cidade pequena e calma.

img_0902-copia-copia-2
Praia de Fleixeiras- arquivo pessoal
img_0899-copia-copia-copia
O pescador e o mar – arquivo pessoal

 

img_0897-copia-copia-copia
Praia de Fleixeiras- arquivo pessoal

Mesmo chovendo o visual é fantástico.

img_0905-copia-copia-copia
Arquivo pessoal

A energia eólica é muito utilizada no Ceará, sendo considerada a energia mais limpa do planeta. Essas hélices gigantes estão por toda parte e são um espetáculo, apesar que as autoridades locais acharem, segundo o guia, que poluem visualmente o litoral.

Eu achei lindo e extremamente calmante! 🙂

img_0906-copia
Arquivo Pessoal
img_0907-copia-2-copia
Arquivo Pessoal

Essas fotos foram tirada de cima do morro, onde esta localizada as hélices da tranquilidade ( nome dado por mim), a definição do nome tem um porquê, ficamos mais de três horas esperando uma bendita balsa para atravessar e continuar o passeio pelas praias.

Então, as hélices eram minhas companheiras. 🙂

dsc_1640
Arquivo Pessoal

Resultado, a balsa que tinha estava quebrada e seguimos viagem pela rodovia.

Boa hora para tirar uma soneca.

img_0930-copia-copia
Arquivo Pessoal
img_1049
Morro do Serrote – Arquivo Pessoal

No percurso pelas praias é assim que Jericoacoara é apresentada, com a vista do Morro do Serrote, que segundo o guia, deu nome a vila.

A História contada é que os índios que habitavam o local, diziam que esse morro era parecido com um Jacaré que tomava sol o tempo todo, por isso o nome, Jeri – de jacaré e coacora- de corar ( pegar um bronze). Curioso, não é mesmo?

Daí, surgiu o nome da antiga vila de pescador, rústica, sem energia elétrica e com ruas de areia.

Ficamos em uma pousada bem no centrinho, perto de tudo: lojinhas, farmácias, restaurantes, docerias e tapiocaria ( que vende tapioca).

img_0975-copia
Arquivo Pessoal

Assim, foi nosso primeiro pôr do sol. Um tímido até logo.

Aguardem os próximos capítulos!

Abraços! ♥

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s